domingo, 1 de maio de 2011

Fucus vesiculosus

O fucus vesiculosus é uma alga marinha encontrada nas costas do Mar do Norte, Mar Báltico e Oceanos Atlântico e Pacífico. O fucus era fonte original de iodo, descoberto em 1811, e usado extensivamente para tratar bócio, um inchaço na glândula tireóide relacionado à deficiência de iodo.
A partir de 1860 foi defendido que o fucus era um estimulante de tireóide e poderia combater a obesidade ao elevar a taxa metabólica. Desde então, o fucus vem sendo parte de várias fórmulas e remédios para emagrecer.
Consumo do fucus vesiculosus
O fucus é um alimento comum no Japão e usado como aditivo alimentar e aromatizante em vários alimentos na Europa. Fucus também é comumente encontrado como componente de suplementos alimentares. 
Composição do fucus vesiculosus:
O principais elementos contidos no fucus incluem mucilagem, manitol, beta-caroteno, iodo, zeaxantina, bromo, óleos voláteis, potássio e vários outros minerais. O principal uso do fucus na medicina herbal é como fonte de iodo, um nutriente essencial para o glândula tiróide. O fucus têm se mostrado útil no tratamento de hipotireoidismo e bócio. Através de regulação da função da tiróide há melhora em todos os sintomas associados. Desta forma, quando a obesidade estiver relacionada aos problemas na tiróide, o fucus poderia ser útil para combater o excesso de peso.
Fucus como suplemento alimentar:
O fucus é usado como suplemento alimentar com indicação para pessoas que tenham obesidade associada à deficiência de iodo e hipotireoidismo. Fucus também tem reputação de aliviar reumatismo e azia. 
O fucus não deve ser usado em casos de hipertiroidismo, problemas cardíacos ou durante a gravidez e amamentação. Doses excessivas de fucus podem ocasionar hipertiroidismo, tremor, elevação da pulsação e da pressão sanguínea.PARTES USADAS: Algas em póDESCRIÇÃO: Fucus vesiculosus é uma alga do gênero feofícea, do grupo laminariáceas, que são colhidas na maré baixa e deixadas secas ao sol. São algas microscópicas que, quando rehidratadas, aumentam o seu tamanho em até 10 vezes, sendo esta propriedade muito explorada com fins terapêuticos com agente dilatador de canais e trajetos fistulosos.O fucus vesiculosus atua como estimulante da glândula tireóide, sendo indicado para o tratamento da obesidade e hipotireoidismo. Estas propriedades devem-se ao alto poder de fixação do iodo do mar por estas algas.

INDICAÇÃO: Chá de fucus >>> Anticelulite, bulimia, gorduras localizadas, acelera o metabolismo celular, disfunções da tireóide, vesícula e obesidade.

COMO FAZER: Dissolver uma colher de chá com fucus em pó em um copo de água morna ou do líquido de sua preferência.

COMO TOMAR: Duas vezes ao dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário